Autora

received_1278125295609160
Farol do Parque Nacional da Lagoa do Peixe. Foto: Gabriela Ferreira. 

Um amigo uma vez me disse que eu via o mundo através de um óculos cor de rosa. É possível que seja verdade. É possível também que todas as trapalhadas e coisas malucas que acontecem na minha vida sejam reflexo disso. Jamais saberemos.

Recentemente me formei em Políticas Públicas, pela UFRGS. Depois de ter passado por um técnico em química no ensino médio e dois semestres de Direito, foi nesse curso que realmente me encontrei. Desde o início da faculdade já trabalho na área e amo o que faço. Tenho esperanças que o meu trabalho pode ajudar a mudar o mundo, e isso me move sempre.

Ainda estou aprendendo a não me importar com o que os outros pensam, a dizer e a ouvir não. Gosto de movimento, estar cercada de pessoas e de festas. Mas às vezes preciso de momentos leves e calmos, para estar apenas comigo mesma, e fazer duas coisas que fazem parte de mim: ler e assistir séries.

Sou apaixonada por música e tenho uma trilha sonora para cada momento da vida. Também amo dançar. Sozinha em casa, então? Ninguém me segura. Ensaio coreografia na frente do espelho, mesmo. Poucas coisas na vida me deixam mais feliz do que reunir as pessoas que eu amo pra rir e jogar conversa fora, assistir filme e comer pipoca, ou viajar.

Sou feminista, esquerdista, ativista. E não considero como pejorativos nenhum desses adjetivos, pelo contrário. Já fui muito chamada de petista também, apesar de não ser filiada a nenhum partido e me considerar uma grande crítica do PT, mas parei de me incomodar com isso. Acredito na igualdade de gênero, no amor livre e que uma sociedade justa e igualitária não é apenas utopia.

Muito prazer, eu sou a Júlia.